ANOTAÇÃO DE SIGNIFICATIVOS MARCOS DE CIDADANIA EM PORTUGAL: O CASO DE CORREIA DE LACERDA

Conteúdo Principal do Artigo

João Botelho Veloso Rodrigues
João Bartolomeu Rodrigues

Palavras Chave

Cidadania, Século XIX, Portugal, Liberalismo, Correia de Lacerda

Resumo

O presente trabalho intitulado Anotação de significativos marcos de cidadania em Portugal: o caso de Correia de Lacerda tem por objetivo perceber a evolução do conceito de cidadania, no contexto da cultura ocidental, desde a Grécia Antiga, até à idade moderna, particularmente até à revolução francesa. Num segundo momento, centrei a atenção na consciência cívica que emerge em Portugal, particularmente com a revolução liberal de 1820, cujas lutas entre liberais e miguelistas desembocaram na convenção de Évora-Monte (1834), o que levou ao segundo liberalismo em Portugal. Este foi o contexto político usado para analisar o panfleto Um papel político – Ontem, Hoje e Amanhã (1842), onde se percebe a intervenção cívica levada a cabo por D. José Maria de Almeida e Araújo Correia de Lacerda, assinalando o seu contributo para a afirmação da cidadania em Portugal, particularmente no contexto do segundo liberalismo.

Resumo 13 | PDF Downloads 20
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.